Introdução à análise forense em redes de computadores

Autor: Ricardo Kléber M. Galvão

Editora: Novatec

O livro vai do básico ao intermediário e considero um bom ponto de partida para conhecer um pouco sobre a prática forense em computadores.

O autor é professor de segurança em redes e possui grande experiência no assunto. Ainda não tive o prazer de conhecê-lo, mas o mundo de cyber security é muito, mas muito pequeno…

Achei muito interessante e ilustrativa as seções com os comandos principais e seus resultados, algo difícil nesse tipo de literatura.

Recomendo como literatura introdutória.

Deep & dark WEB

Autora: Barbara Calderon

Editora: Alta Books

Conteúdo muito didático! A autora não é especialista em segurança digital ou área relacionada à tecnologia, no entanto, conseguiu escrever com facilidade sobre o universo que é a Deep WEB.

Não ficou presa aos clichês sobre uso de TOR, ou ao lado mais bizarro dessa camada da Internet.

Gostei da abordagem simples, desmistificada e com foco na orientação.

Recomendo às pessoas lerem para no mínimo entender o significado dos conceitos e aplicações. Dessa forma não continuarão propagando notícias sem embasamento algum.

Do sonho à realização em 4 passos: estratégias para a criação de startups de sucesso

Autor: Steve Blank

Editora: Évora

O livro é um gigantesco manual de sobrevivência para quem possui sua startup. O professor Blank possui uma trajetória longa no Vale do Silício e tem um apetite insaciável sobre investimento de risco.

Acredito que seja necessário ler a obra em pedaços pequenos e ir “digerindo” aos poucos o que Blank tenta comunicar, pois assim é possível entender as conexões, o que ele chama de 4 passos, dos principais processos e ações para que sua empresa tenha uma maior possibilidade de vitória nos 5 primeiros anos (os mais críticos).

O website de Blank possui muita informação e é claro, tem links para os cursos que o professor oferece aos marujos de primeira viagem.

Gostei de ler, mas no princípio achei um pouco de charlatanice! Muito do que Blank expõe precisa ser modificado para uso em terras tupiniquins, pois nossa relação com o risco empresarial que uma startup possui ainda não foi otimizada.

Vale a pena ler e se possível conhecer as empresas que o autor referencia no livro.

Gerenciamento de Portfólios, Programas e Projetos nas Organizações

Autor: Darci Prado

Achei a obra “pesada”. Mesmo para quem é profissional de projetos.

Os assuntos são abordados de forma linear e a complexidade acompanha.

Darci Prado é uma lenda quando o assunto é gestão de projetos e suas ramificações.

Aconselho a ler os outros livros da série para vislumbrar todo o panorama. Ao final do livro o autor apresenta uma ordem de leitura que ramifica em duas vertentes: Gerentes de Projetos e Coordenadores de PMO.

Recomendo para dar um refresh nos conceitos fundamentais do gerenciamento clássico de projetos.

Zen para distraídos

Autores: Monja Coen e Nilo Cruz

Editora: Academia de Inteligência

Mas por quê raios estive lendo um livro de zen budismo?

Simples. Atualmente nossos profissionais estão muito conectados, não desapegam de suas atividades, ou emergências, nem por um segundo.

Seja em casa, no próprio ambiente de trabalho ou até mesmo viajando, percebo que está cada vez mais difícil separar as coisas.

No entanto, tenho visto que esses mesmos profissionais estão esquecendo uma variável importantíssima nessa equação: eles próprios!

A vida é efêmera (não li isso no livro, simplesmente cheguei à conclusão) e nossas empresas são feitas de pessoas! Mas percebo que as pessoas estão esquecendo de si próprias…

É necessário criar uma contrapartida em relação a toda essa conectividade, esse estar disponível a qualquer hora do dia ou da noite.

Estou acreditando que em breve as pessoas irão perceber que é necessário ter um momento para tudo, até mesmo para si.

A história da Heineken

Autora: Barbara Smit

Editora: Zahar

O livro é muito bom!

Não dá para perceber a dimensão de uma empresa desse tamanho, não apenas em faturamento, mas também em importância.

A Cervejaria Heineken tem negócios em todos os cantos do planeta e a forma como essa empresa familiar cresceu através de épocas muito difíceis é interessantíssimo.

Gostei muito e recomendo.

O lado difícil das situações difíceis.

Autor: Ben Horowitz

Editora: WMF

No começo achei que seria mais um livro tragicômico sobre o mundo corporativo, no entanto, essa opinião dissipou-se em menos de um capítulo.

Gostei muito! Em resumo, é uma espécie de manual sobre como entender (e até sobreviver!) as inúmeras tempestades corporativas nas quais um alto gestor de empresas deve passar.

Desde o entendimento sobre sua própria equipe, até os momentos mais difíceis, tais como: repensar o próprio emprego, demitir funcionários estratégicos que não estejam mais a fim de progredir em suas carreiras, e até vender a própria empresa.

Vale a pena ler esse livro e perceber que afinal, você não está sozinho no meio desse turbilhão de problemas…

Elon Musk: Como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando o nosso futuro

Autor: Ashlee Vance

Editora: Intrínseca

A impressão que tive ao final da leitura desse livro foi difícil de descrever. Não consigo imaginar como seria trabalhar com uma pessoa obcecada, não que isso seja uma crítica, no entanto, é muito difícil liderar uma equipe altamente desgastada e com metas que beiram o absurdo.

Mas para o Sr. Musk, isso parece ser parte de rotina e pelo que pude ver acabou dando muito certo! 

As jogadas financeiras que suas empresas passaram não é para qualquer pessoa que tenha nervos normais…

A leitura que o Sr. Vance proporciona é muito clara e é possível entender um pouco a formação das companhias das quais Elon Musk participou.

É uma leitura muito boa! Apenas não tente fazer isso em sua casa… poucas pessoas sobrevivem ao nível de stress relatado no livro.

Implantando a Governança de TI: da Estratégia à Gestão dos Processos e Serviços

Autores: Aguinaldo Aragon Fernandes, Vladimir Ferraz de Abreu

Editora: Brasport

O livro é extenso, bem extenso. 

A obra apresenta a fundo os principais modelos 
existentes de governança, gestão e gerenciamento de serviços.

Achei completa e consegui aproveitar inúmeras citações como bibliografia de referência em minha tese de doutorado.

Recomendo como obra de apoio para esboçar seu próprio planejamento estratégico de TIC. 

Building an ITIL-based Service Management Department

Autor: Malcolm Fry

Editora: TSO

O livro aborda de forma dinâmica a criação de um departamento de serviços baseado em boas práticas da ITIL.

Não é extenso e foca apenas em questões que realmente fazem sentido. Isso permite ao gestor divagar sobre a importância que o serviço, seja ele de TI ou não, ocupa na cadeia corporativa.

O fluxo de informações nem sempre é claro o suficiente para que seja possível mapear todos os processos vitais ao bom andamento das operações diárias de uma empresa. 

É nessa questão-chave que o Mr. Fry centraliza sua obra. O que ele chama de tarefas fundamentais para o serviço é um levantamento bem executado da operação.

Muito bom.