Guerra Cibernética: A próxima ameaça à segurança e o que fazer a respeito

Autores: Richard A. Clarke e Robert K. Knake

Editora: Brasport

 

Bom, esqueça tudo o que você imaginava saber sobre esse tipo de “guerra”…

Os autores possuem muita experiência no ramo e trabalharam em alguns governos dos EUA, sempre eles!

Alguns relatos parecem ficção científica, mas basta uma procura em seu buscador de internet predileto e será possível entender os fatos apresentados.

Realmente concordo com os autores sobre a evolução para o campo digital dos conflitos mundiais.

Confesso que isso parecia inimaginável, tanto quanto um vírus causar uma pandemia!

Boa leitura.

Guerra cibernética! É isso mesmo?

businessman in black suit pushing button cyberwar worldmap

Pasmem!

Um grupo de “ativistas” do mundo virtual declarou guerra a um conhecido grupo de terroristas que utiliza os canais de comunicação digitais para espalhar as suas mensagens através de vídeos recheados de violência.

Parece o enunciado de um grande livro ou filme de ação; mas não se trata de nada disso…. É a pura verdade!

Sempre olhei com cautela esse tipo de atividade, pois geralmente não acaba bem para o lado dos “justiceiros”; o grupo de ativistas é composto por pessoas comuns, que possuem elevado conhecimento técnico em segurança da informação, redes e programação… enquanto do outro lado os “bandidos” são altamente treinados em disseminação do pânico, guerrilha (na vida real) e fabricação de explosivos; essa turma está bem enraizada nos mais diversos países e têm acesso a informações privilegiadas que está na própria Internet, ou seja, o mesmo canal de comunicação usado pelos “mocinhos”!

Muitos governos têm pensado no cenário acima e prudentemente criaram diversas iniciativas para proteger seus recursos tecnológicos do que ficou conhecido como “guerra cibernética”.

No Brasil ainda não há um esforço significativo para o contexto apresentado e isso poderá custar caro daqui há alguns anos. Tenho acompanhado algumas faculdades em outros países e em curto espaço de tempo os cursos relacionados à segurança da informação têm ganhado cada vez mais adeptos.

Recomendo aos interessados no assunto a trilhar o caminho da certificação EH, pois dará uma visão muito abrangente desse segmento na profissão de tecnologia.

Obs.: a imagem usada nesse post foi adquirida aqui.