Zen para distraídos

Autores: Monja Coen e Nilo Cruz

Editora: Academia de Inteligência

Mas por quê raios estive lendo um livro de zen budismo?

Simples. Atualmente nossos profissionais estão muito conectados, não desapegam de suas atividades, ou emergências, nem por um segundo.

Seja em casa, no próprio ambiente de trabalho ou até mesmo viajando, percebo que está cada vez mais difícil separar as coisas.

No entanto, tenho visto que esses mesmos profissionais estão esquecendo uma variável importantíssima nessa equação: eles próprios!

A vida é efêmera (não li isso no livro, simplesmente cheguei à conclusão) e nossas empresas são feitas de pessoas! Mas percebo que as pessoas estão esquecendo de si próprias…

É necessário criar uma contrapartida em relação a toda essa conectividade, esse estar disponível a qualquer hora do dia ou da noite.

Estou acreditando que em breve as pessoas irão perceber que é necessário ter um momento para tudo, até mesmo para si.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.