Planejar ou não planejar, eis a questão…

business strategy posterTenho percebido que boa parte dos gerentes de projetos que conheço estão começando a “abdicar” de algumas partes importantes das fases de iniciação e planejamento de seus projetos.

A experiência nos deixa mais assertivos e com um bom “arsenal” para enfrentar as dificuldades que constantemente surgem no dia a dia da gestão de um projeto mas em contrapartida podemos ficar um pouco preguiçosos e fatalmente ceder ao desejo de encurtar um pouco a fase de planejamento!

As vezes a pressão por resultados rápidos pode deixar a cabeça do gestor de um projeto um pouco confusa, no entanto, isso não pode se transformar em imprudência, pois todos sabemos que o investimento até pode ser recuperado, mas o tempo investido jamais voltará.

Não caia na tentação de ir pelo caminho mais curto, pois o risco de dar errado é muito alto.

Executar sem planejar é bastante arriscado e o que está em risco (além da sua reputação) pode dar uma tremenda dor de cabeça.

Obs.: a imagem usada nesse post foi adquirida aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.