O que é “pensamento computacional”?

student and tablet in classroom

Estou engajado com uma iniciativa que tem me agradado muito…

Uso uma plataforma chamada Scratch para ensinar “computação criativa” a alunos do ensino fundamental e decidi mergulhar de cabeça para desvendar esse novo conceito (pelo menos em terras tupiniquins)!

No início foi um pouco difícil entender a dimensão do conceito, mas percebi que ele já está muito maduro e em pleno uso pelas principais escolas, universidades (sim, até elas) e institutos de educação no mundo.

Fiquei tão interessado que entrei em contato com algumas pessoas em outros países para extrair um pouco da experiência deles; fiquei muito surpreso com os resultados.

Atualmente estou trabalhando na tradução de uns documentos (com licença Creative Commons) para usar nas aulas do próximo ano (2015).

Basicamente a computação criativa está fundamentada em três alicerces:

  1. Conceitos (tais como: sequenciamento, loops, paralelismo, eventos, condicionais, operadores e dados);
  2. Práticas (experimentação, interação, teste, debugging, reuso, abstração e modularização);
  3. Perspectivas (expressão, conexão e questionamento).

Usando uma ferramenta (no caso o Scratch) para estimular e reforçar a computação criativa, tenho plena certeza que teremos resultados muito interessantes em breve; uma juventude melhor capacitada para o cidadão do nosso século!

Obs.: a imagem usada nesse post foi adquirida aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.